Vila do Abraão

>Vila do Abraão

Postado em Atualizado em

>A vila do Abraão é atualmente o maior núcleo urbano da Ilha Grande, sua população é de aproximadamente 3000 habitantes. E conta com a melhor infraestrutura turística, sendo por isso considerada a “capital” da ilha.

Breve História
O povoamento da região começou ainda no período colonial. A hipótese mais aceita para a origem do nome “Abraão” o relaciona ao termo “abra” do português antigo, que significa “enseada”. Assim, o nome da vila faria referência à grande enseada em que se encontra a localidade.

O desenvolvimento da Vila do Abraão tomou impulso nos finais do século XIX, na época do Brasil Império, quando foi construído um lazareto nas cercanias. O lazareto, construído entre 1884 e 1887, funcionava como hospedagem de imigrantes que chegavam ao Brasil em navios, quando era feita uma triagem sanitária dos passageiros e a desinfecção das embarcações. A partir da década de 1930 o lazareto foi utilizado como base militar e presídio, tendo sido demolido nos anos 1950.

A Vila do Abraão teve um grande impulso a partir de 1993, quando foi desativado o presídio da Ilha Grande na Vila de Dois Rios. Os atrativos da ilha favoreceram o rápido desenvolvimento do turismo, transformando a vila em um polo turístico. Construíram-se pousadas, bares e restaurantes e estabeleceram-se circuitos turísticos por mar e por trilhas que ligam a vila às diversas praias e outras atrações da Ilha Grande.

A vila conta com um novo cais no qual atracam diariamente as barcas que fazem o transporte de turistas, moradores e mercadorias entre a vila, Angra dos Reis e Mangaratiba. Também atracam no local os saveiros e escunas que realizam passeios diariamente a vários outros lugares da Ilha Grande.

Infraestrutura

A Vila do Abraão conta hoje com uma excelente infraestrutura a disposição dos turistas e visitantes. Que é formada por inúmeras pousadas, hotéis, campings, restaurante, bares, mercados, posto de Polícia, pronto socorro 24hrs, aluguel de embarcações, serviços náuticos, de mergulho e guias locais altamente capacitados a oferecer as melhores opções de passeios e trilhas a todos os turistas.

Vale lembrar que:
*A vila não conta c/ agências bancárias nem caixas eletrônicos, mas a maioria dos cartões de créditos são aceitos no local.
*Na alta temporada é sempre aconselhável consultar a disponibilidade de vagas nas pousadas, hotéis e campings da vila devido a grande procura
*O transporte para a vila pode ser feito de duas maneiras: através da Barca que sai do cais ao lado Receita Federal (poucos horários e viagem mais demorada)
ou através dos Catamarãs que saem do novo cais de Santa Luzia (horários alternativos e viagem bem mais rápida) consulte os telefones das empresas de transportes na categoria serviços ai ao lado.

Anúncios

>Igreja de São Sebastião – Vila do Abraão

Postado em Atualizado em

>A Igreja de São Sebastião é referência histórica e cultural da Ilha Grande. Ela fica localizada na praça principal da Vila do Abraão e tem cerca de 150 anos. Foi construída em comemoração a visita de D. Pedro II a Ilha. E recentemente, em 2002, foi totalmente reformada com ajuda de comerciantes e moradores do Abraão.

>Ruínas Lazareto e Aqueduto

Postado em Atualizado em

> O Lazareto da Praia Preta, foi construído em 1886 para abrigar em quarentena os viajantes e imigrantes vindos de países assolados pela cólera, era um verdadeiro colosso composto de pavimentos de 1ª, 2ª e 3ª classe, enfermarias, laboratórios.

Cercado pela praia de areia monazítica e imensos jardins ladeados com palmeiras imperiais, rios e água pura da fonte que chegava aos reservatórios através do aqueduto. Em 1893 ele foi transformado em presídio para receber os presos rebelados da Revolta Armada e assim funcionou até 1913 quando foi totalmente desativado.Com a explosão da Revolução Constitucionalista em São Paulo em 1932, Getúlio Vargas reabre o Lazareto que volta a funcionar como presídio.
Atualmente suas ruínas fazem parte do roteiro turístico da Ilha Grande.

>Festival de Música da Ilha Grande

Postado em Atualizado em

>O Festival surgiu em 1996 com a intenção de abrir espaço aos compositores e intérpretes da música popular brasileira de todos os gêneros e incentivar o interesse da população pela música como fonte de cultura e lazer, promover intercâmbio cultural com os mais variados profissionais e gêneros musicais do país, revelar novos talentos e divulgar o universo ecológico da Ilha Grande e as demais belezas de nossa cidade.
O evento tem sua fase eliminatória realizada em Angra.
E a grande final com as músicas selecionadas é realizada na Vila do Abraão na Ilha Grande.