Saco do Céu

Saco do Céu

Postado em Atualizado em

Saco do Céu, com suas águas calmas e palmeiras que se inclinam em direção ao mar, faz o visitante encontrar um certo ar tropical havaiano, que só desaparece quando surge uma ou outra canoa ou barco de pesca com seu colorido peculiar transportando moradores ou trazendo o resultado da pesca do dia.

O Saco do Céu é rodeado por um mangue que começa no fim da praia do Raposinho e se estende por toda a orla até a costeira da margem direita da entrada. Um trapiche de madeira permite a atracação de barcos pequenos e o ponto de partida para conhecer por terra um pouco da pequena vila.

Andando pelas ruelas que se confundem com trilhas, encontramos casinhas simples, barcos repousando, alguém remendando rede, carpinteiros reparando embarcações e crianças brincando com conchas, que são encontradas por todo canto.

Este bucolismo só e quebrado pelo som de barcos e lanchas que procuram pelo que o Saco do Céu tem de melhor hoje: a gastronomia.

Pousadas sofisticadas, restaurantes pitorescos somam-se a outros atrativos como a Cachoeira da Feiticeira, que pode ser alcançada pela praia de mesmo nome. Depois de um mergulho em suas águas, saímos enfeitiçados pela beleza e a tranquilidade do lugar. As praias da Camiranga, de Fora, e o Rio Pereque, completam a orla ate a entrada do Saco do Céu.

Anúncios