Gruta do Acaiá

Gruta do Acaiá

Postado em Atualizado em

 

localizada na parte sul da Ilha, na Ponta do Acaiá, em uma propriedade particular, onde é possível visitá-la pagando uma pequena quantia em dinheiro. É uma caverna na encosta do morro que se aprofunda com acesso difícil até um “salão subterrâneo” (cerca de 30 m de largura e uma altura média de 1 m), e continua mar adentro por um túnel submarino que leva à saída, na superfície da água. Muito procurada por profissionais da

prática de mergulho. Esconde em seu interior um espetáculo de luz e cor inigualável. Para assistir ao show da Gruta, é necessário ter disposição e um pouquinho de coragem, mas vale o esforço porque a sensação de estar dentro desta caverna é ótima, pois a luz do sol chega através da água do mar que invade a gruta, formando um pequeno lago de luz. Este tipo de fenômeno é causado pela luz do sol que atinge a areia do fundo do mar e ela se reflete em uma falha geológica, iluminando a água que forma o pequeno lago no interior da gruta. A gruta é formada por duas placas de granito apoiadas em outras rochas menores, que deixa entre elas uma fenda que permite a passagem de ar e desce até abaixo do nível do mar, permitindo a entrada das águas. A costeira onde está localizada a gruta é praticamente um cais natural, onde, com algum cuidado, devido à correnteza constante do quadrante sul que agita um pouco o mar, qualquer embarcação pode se aproximar e fazer o desembarque. Numa primeira visão, a entrada da Gruta do Acaiá é um pouco assustadora, mas não oferece nenhum perigo. Uma escada rústica, mas segura, conduz até a entrada da fenda. Logo na entrada, o estreitamento da fenda obriga agacharmos para penetrar no salão principal da gruta. A escuridão é total neste ponto da gruta e ter uma lanterna é fundamental. Depois da passagem estreita, a gruta se abre em um grande salão úmido e frio, que refresca e ameniza o esforço em alcançá-la. Todos ficam extasiados com o espetáculo de luz que atrai para o pequeno lago no fundo da gruta. As luzes, a escuridão, a umidade e o som das águas batendo contra as rochas são os astros deste espetáculo, que longe de ser pavoroso é simplesmente maravilhoso. Todos que retornam da gruta se dirigem ao barzinho rústico, próximo à entrada, para trocar impressões sobre o passeio e comentar cada detalhe da aventura da descida à Gruta do Acaiá. Para chegar à gruta, a melhor opção é ir de barco, mas por uma trilha que parte da Praia Vermelha também é possível alcançá-la. Se for de barco, após o desembarque, basta seguir por uma trilha curta até encontrar um portão de madeira, que dá acesso a propriedade e a um pequeno rancho de sapé, onde é possível obter a permissão para visitar a gruta.